09-07-2018 Política, Lusa, Torres Vedras Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Torres Vedras investe para promover modos de transporte sustentáveis

Torres Vedras, Lisboa, 09 jul (Lusa) - A Câmara de Torres Vedras vai investir cerca de 15 milhões de euros até 2026 para incentivar os cidadãos a andarem a pé, de bicicleta ou nos transportes públicos, em detrimento do automóvel, segundo o novo plano de mobilidade.

Entre as prioridades, estão investimentos não só na cidade, mas em todo o concelho, do distrito de Lisboa, na ampliação dos circuitos pedonais (11,7 milhões de euros) e da rede de ciclovias (2,7 milhões de euros), na criação de parques para bicicletas (289 mil euros) e na expansão da rede de bicicletas públicas ‘Agostinhas’ (415 mil euros), refere o documento a que a agência Lusa teve hoje acesso.

As medidas passam também por criar zonas em que é proibido circular a mais de 30 quilómetros por hora (258 mil euros), criar acessibilidades para todos (2,9 mil euros), remodelar a oferta de transportes públicos coletivos (40 mil euros) e criar ligações dos transportes públicos a modos suaves de transporte ou aos táxis.

As ações têm como objetivo persuadir o uso do automóvel particular, num concelho que, entre 1991 e 2011, teve um aumento populacional de 18%, de cerca de 48 mil para 80 mil habitantes, assim como de automóveis (em 2014, eram 42 mil) e consome cerca de 50 mil toneladas por ano de combustível.

Quarenta e um por cento das famílias possui um veículo e 49% dois ou mais.

Em 2011, 9% da população saía para fora do concelho para trabalhar ou estudar.

Baseado em inquéritos feitos à população, o estudo conclui que o automóvel foi o meio de transporte usado pelos cidadãos em 66% das deslocações (47% foram feitas a conduzir o próprio veículo e 19% como passageiros), seguindo-se os transportes públicos coletivos (18%).

Quarenta e quatro por cento das viagens são de casa para o trabalho ou do trabalho para casa. Entre a população escolar, 38% viaja para a escola em transporte individual, 29% usa os transportes públicos coletivos e apenas 14% se desloca a pé.

No concelho, já existem ciclovias numa extensão de 43 quilómetros, 13,5 quilómetros de percursos pedonais e uma rede de bicicletas públicas, com 260 bicicletas convencionais e 30 elétricas, mas o uso das bicicletas tem pouca expressão nas deslocações quotidianas.

A maioria das viagens percorrida até agora em transporte público coletivo é de Torres Vedras para Lisboa.

 

FYC // MCL

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar