29-01-2019 Sociedade, Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

BREVES: País - 2.ª edição

Lisboa, 29 jan (Lusa) - Notícias breves do país (2.ª edição):

 

LISBOA: Homem detido por abuso sexual de criança

 

Um homem com 63 anos foi detido na Área Metropolitana de Lisboa por vários crimes de abuso sexual de uma menina sua familiar, anunciou hoje a PJ.

"Os factos ocorreram em diversas ocasiões, entre 2015 e a atualidade, tendo a vítima, uma criança do sexo feminino, familiar do agressor, atualmente com 13 anos, sido alvo de vários abusos de natureza sexual por parte do mesmo, em momentos em que encontravam sozinhos na habitação", revelou a PJ, numa nota.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão domiciliária.

 

SANTARÉM: Detido suspeito de disparar contra estabelecimento

 

A Polícia Judiciária deteve, em flagrante delito, por detenção de arma proibida, um homem suspeito de ter disparado, em maio de 2018, contra um estabelecimento comercial, em Santarém, depois de desavenças com o proprietário, que ameaçou de morte.

Em comunicado divulgado hoje, a Polícia Judiciária afirma que a detenção do homem, de 45 anos, “fortemente suspeito da prática de crimes de dano qualificado e ameaça agravada” na madrugada do dia 27 de maio do ano passado, ocorreu na sequência de uma busca domiciliária, na qual foi apreendida “uma arma de fogo, municiada e com o número de série rasurado, bem como um taser e outros objetos eventualmente relacionados com os crimes”.

O detido tem antecedentes criminais e esteve preso em três momentos diferentes, aguardando-se que seja ouvido em primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação, indica o comunicado.

 

VILA FRANCA DO CAMPO: GNR apreende 470 quilos de peixe pescado ilegalmente

 

O Comando Territorial dos Açores da GNR, em colaboração com a Inspeção Regional das Pescas, apreendeu hoje 470 quilos de peixe pescado ilegalmente na Ilha de São Miguel, revelou a GNR.

"No decorrer de uma ação de fiscalização no porto de pesca de Vila Franca do Campo, foram detetados e apreendidos 390 quilos de cavala, por esta ter um tamanho inferior a 20 cm e por ter sido excedido o limite máximo diário de captura permitido por cada embarcação, que é de 300 quilos. Foram ainda apreendidos 80 quilos de chicharro por fuga à lota", precisa a GNR, em nota de imprensa.

Desta ação, foram identificados dois homens, de 45 e 58 anos, e elaborados os "respetivos autos de contraordenação".

 

PENICHE: GNR apreendeu 2 toneladas de peixe-espada preto transferido de forma ilegal para Sesimbra

 

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu mais de duas toneladas de peixe-espada preto, avaliado em 18.500 euros, que estava a ser transferido de forma ilegal da lota de Peniche para a de Sesimbra, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado da GNR, a apreensão de 2.293 quilogramas de peixe-espada preto foi efetuada hoje pelo Subdestacamento de Controlo Costeiro de Peniche, que, durante uma ação de fiscalização, detetou um homem com cerca de 60 anos que "procedia à transferência de pescado proveniente da Lota de Peniche para a Lota de Sesimbra, não cumprindo as disposições regulamentares quanto à selagem do pescado".

"A transferência de pescado para lota diferente da correspondente ao porto de descarga, para efeitos de ali ser transacionado ou leiloado, só se efetua após pesagem e selagem do pescado (...) e o selo apenas pode ser quebrado na lota de destino", acrescenta o comunicado.

A GNR salienta que o suspeito "efetuou a quebra do selo antes de chegar do destino, com o objetivo de fugir à lota, furtando-se ao pagamento dos impostos devidos e ao controlo da contabilização das quantidades pescadas", pelo que foi elaborado o respetivo auto de notícia por contraordenação.

 

OLHÃO: Apreendidos 1.750 quilos de berbigão juvenil

 

O subdestacamento de Olhão da Unidade de Controlo Costeiro apreendeu na segunda-feira naquela localidade 1.750 quilos de berbigão, que não apresentava os tamanhos mínimos exigidos para a sua captura e comercialização, foi hoje divulgado.

No âmbito da fiscalização, aquele subdestacamento da GNR identificou dois homens, de 32 e 42 anos, que estavam a desembarcar o berbigão juvenil, sem que este tivesse os 2,5 centímetros necessários para a sua captura.

Foram elaborados dois autos de contraordenação, podendo a coima atingir um valor máximo de 37.412 euros.

O berbigão, por ainda se encontrar vivo, foi devolvido ao habitat natural.

 

MLL/RCS/PPF/GR/MAD // ROC/MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar