11-06-2018 Lusa, Torres Vedras Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Câmara de Alenquer constrói estacionamento para pesados para retirar trânsito do Carregado

Alenquer, Lisboa, 11 jun (Lusa)- A Câmara de Alenquer, no distrito de Lisboa, decidiu hoje comprar por 1,2 milhões de euros um terreno na freguesia do Carregado para aí vir a criar um parque de estacionamento para pesados para deslocalizar trânsito dessa vila.

A proposta de aquisição do terreno na Quinta da Medanha, a que a agência Lusa teve acesso, foi aprovada por maioria, com PS e PSD a votar a favor e CDU contra.

“Cada vez há mais empresas e mais pesados a estacionar discriminadamente em sítios onde não devem e temos um estacionamento muito desordenado e, portanto, a nossa intenção é construir um parque de pesados e com condições, desde instalações sanitárias, duches, bar e segurança”, justificou o presidente da Câmara, Pedro Folgado (PS), à agência Lusa.

O autarca adiantou que, por dia, são “centenas” de veículos pesados a estacionar no Carregado, onde estão implantadas muitas empresas de logística, deixando a vila “muito congestionada” de trânsito.

O projeto, para o qual não está ainda estimado um custo, vai ao encontro das necessidades da “grande concentração de empresas” naquela zona do concelho e vai permitir deslocalizar o trânsito e estacionamento de veículos pesados do centro do Carregado para uma zona mais afastada da vila.

Trata-se de uma “antiga e justíssima revindicação dos habitantes da vila do Carregado”.

Por outro lado, vai “aliviar” várias vias rodoviárias “extremamente sobrecarregadas”, “elevando” a qualidade de vida dos habitantes “sujeitos ao intenso tráfego rodoviário e consequentes constrangimentos que daí advêm, mormente ruído e poluição”.

Depois de construído o parque de estacionamento, a autarquia vai solicitar à GNR para “multar quando os pesados estiverem estacionados indevidamente”, o que até agora não acontece por falta de alternativas para o estacionamento de veículos pesados.

A proposta de aquisição do terreno requer ainda autorização da Assembleia Municipal e do Tribunal de Contas.

A câmara está também a equacionar a construção de uma variante rodoviária ao Carregado, para o trânsito que opta pelas estradas nacionais no eixo Azambuja-Carregado-Vila Franca de Xira, em vez da autoestrada A1.

 

FYC // MCL

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar