12-04-2017 Política, Lusa, Torres Vedras Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Autárquicas: Bloco de Esquerda recandidata Rui Matoso à Câmara de Torres Vedras

Torres Vedras, Lisboa, 12 abr (Lusa) - O Bloco de Esquerda voltou a escolher o programador cultural Rui Matoso para candidato à Câmara de Torres Vedras nas eleições autárquicas deste ano, anunciou hoje o partido.

Em comunicado, o Bloco de Esquerda, nas eleições de 01 de outubro, vai concorrer à câmara e assembleia municipais, órgãos aos quais vai candidatar, respetivamente, Rui Matoso e João Rodrigues, nomes aprovados no plenário realizado no sábado.

Rui Matoso disse à agência Lusa que se sente motivado a concorrer de novo face aos resultados que o partido tem vindo a alcançar a nível nacional e ao trabalho cívico que tem vindo a desenvolver em Torres Vedras, onde já este ano alertou, enquanto cidadão, na assembleia municipal, para o "uso e abuso" do herbicida etizol pela câmara, chamando a atenção para o problema de saúde pública.

"Vamos meter o Bloco lá dentro, na câmara e na assembleia", afirmou, adiantando o lema da candidatura. O objetivo passa por eleger um elemento para a câmara e outro para a assembleia.

"Em 2013, o Bloco ficou a cem votos de eleger um deputado municipal", lembrou.

O Bloco de Esquerda tem como prioridade contribuir para uma "democracia participativa e uma cidadania ativa", propondo um outro modelo de governação municipal.

"Na área da cultura, defendemos que não basta construir ou remodelar edifícios, é preciso reformular as instituições culturais de modo a revitalizar a vida cultural", acrescentou Rui Matoso, que propôs também a criação de um Conselho Municipal de Cultura, para "colocar a Cultura no coração da Política".

O candidato, 46 anos, é militante do Bloco de Esquerda, professor na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e na Universidade Lusófona, programador cultural e fundador da Universidade Popular de Torres Vedras.

Rui Matoso é o quinto candidato à câmara a surgir no concelho, depois de Marco Claudino, pelo PSD/CDS-PP, do presidente da câmara no último ano e meio, Carlos Bernardes, pelo PS, de Sérgio Cipriano, pela CDU, e de António Fernandes Oliveira, pelo movimento independente 'Torres nas Linhas'.

Nas últimas eleições autárquicas, o PS venceu em Torres Vedras, com maioria absoluta, elegendo seis elementos para o executivo, enquanto o PSD elegeu dois e a CDU um.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

 

FYC // MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar