06-11-2018 Cultura, Sociedade, Lusa, Óbidos Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Quadro de Josefa De Óbidos cedido ao município pelo Novo Banco

Óbidos, Leiria, 06 nov (Lusa) – Um quadro de Josefa de Óbidos vai ser cedido pelo Novo Banco ao município de Óbidos, no âmbito de um protocolo que será assinado na quinta-feira e que aumenta para 19 as obras da coleção espalhadas pelo país.

“Natureza morta com cesto de folares, flores e pano bordado”, de Josefa de Óbidos, é o quadro que faz parte da coleção de pintura do Novo Banco e que será, na quinta-feira, cedido à Câmara de Óbidos, para o Museu Municipal, divulgou hoje o banco.

A obra “tem a particularidade de a assinatura da pintora ser somente 'Óbidos', ficando agora depositada nesta localidade”, informou o banco num comunicado alusivo ao protocolo que irá ser assinado com a autarquia.

Josefa de Ayala Figueira (Sevilha, fevereiro de 1630 — Óbidos, 22 de julho de 1684) ficou conhecida como Josefa de Óbidos, concelho onde viveu, com os seus pais, o pintor Baltazar Gomes Figueira e Catarina de Ayala Camacho Cabrera Romero.

Foi especialista na pintura de flores, frutas e objetos inanimados, tendo-se dedicado, além da pintura, à estampa, à gravura, à modelagem do barro, ao desenho de figurinos, de tecidos, de acessórios vários e a arranjos florais.

Aos 30 anos, com o consentimento do pai, obteve a emancipação e, com ela, a independência administrativa, a capacidade de negociar contratos com dioceses para a pintura de retábulos, além de passar a administrar rendas e propriedades, e de ter passado a gerir uma oficina de pintura, em Óbidos, na chamada Quinta da Capeleira, nos arredores da vila.

Em vários conventos e mosteiros do país encontram-se quadros cuja autoria lhe foi atribuída e, como retratista da família real portuguesa pintou os retratos da rainha D. Maria Francisca Isabel de Saboia, esposa de D. Pedro II, e de sua filha, a princesa D. Isabel

A obra "Natureza Morta com Doces e Barros" foi, em abril de 2016, selecionada como uma das dez mais importantes obras artísticas de Portugal pelo projeto Europeana.

Com a assinatura deste protocolo aumentam para 19 as obras que, desde janeiro, foram cedidas pelo Novo Banco e colocadas em exposição permanente em 11 museus nacionais de cidades como Castelo Branco, Guarda, Guimarães, Caldas da Rainha, Figueiró dos Vinhos, Lisboa, Viseu, Torres Novas e Óbidos.

 

DYA // MAG

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar