26-03-2020 Imprimir PDF     Print    Print

Reforçar o sistema imunitário para diminuir o risco de infeção

As formas mais eficazes para a prevenção de qualquer surto viral ou bacteriano são as boas práticas de higiene pessoal, tais como a lavagem das mãos, a proteção da boca na tosse ou espirros, o uso de lenços de papel de utilização única, ou seja, medidas de etiqueta respiratória e de distanciamento social. Com o novo coronavírus (COVID-19) não é diferente.

Câmara da Nazaré deu conselhos sobre alimentação
“Um sistema imunitário otimizado depende sempre de um estado nutricional e de hidratação adequados”, lembra a nutricionista da Câmara da Nazaré, Dânia Mafra.
Devem-se privilegiar os alimentos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, que contribuem para o bom funcionamento do sistema imunitário, tais como vegetais e frutos de cor verde (espinafre, brócolos, kiwi, agrião ou couve, por exemplo), fontes de fibra, ferro e vitamina C.
Frutas e legumes avermelhados, como pimento, morango e tomate são excelentes fontes de vitamina C, licopeno, antocianinas, entre outros, que para além das propriedades antioxidantes, apresentam caraterísticas cardio-protetoras e estimulam o sistema imunitário.
Por sua vez, frutas e legumes alaranjados, como laranja, tangerina, mamão, cenoura e damasco são ricos em carotenoides, vitamina A e vitamina C.
São recomendados azeite e frutos secos oleaginosos (noz, amêndoa, avelã e pinhão, castanha do maranhão) ricos em selénio, ómega 3 e vitamina E, carne, laticínios e cereais enriquecidos, fontes de zinco, e iogurtes naturais, fontes de vitamina A e enriquecidos com probióticos.
A hidratação é outro fator que deve estar assegurado para que o sistema imunitário funcione adequadamente. A defesa do organismo contra microrganismos que entram através do trato gastrointestinal e respiratório é realizada por anticorpos, muitos deles presentes na saliva. Assim, a redução da produção salivar pode diminuir a quantidade destes agentes, daí que a manutenção da hidratação seja fundamental. Beba de 20 a 35 ml água/kg peso diariamente (dependendo do grau de transpiração e da atividade física que pratica).
Outra forma de reforçar o sistema imunitário é através da prática de exercício físico, independentemente do tipo.
“Pode não parecer que haja relação, mas o exercício melhora a resposta endógena antioxidante e atrasa o envelhecimento do sistema imunitário”, comenta Dânia Mafra.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar