25-02-2021 Paulo Alexandre Imprimir PDF     Print    Print

Município de Alcobaça preocupado com o ritmo de vacinação da população mais vulnerável

Já teve início a vacinação da população idosa e com mais de 50 anos com doenças associadas, estimando-se que cerca de 600 utentes nessas condições, residentes no concelho de Alcobaça, tenham sido já vacinados contra a Covid-19, durante a passada semana.

O presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, já lamentou o que classifica de “lentidão do procedimento”, que poderá demorar meses até ficar concluído.

“Partindo deste pressuposto que, e tendo em conta que num dia são vacinados entre 80 a 100 pessoas, devemos estar com 500 a 600 pessoas vacinadas, tratando-se de um ritmo inaceitável para um concelho desta dimensão, e com registo de 5111 pessoas com mais de 80 anos e mais de 50 anos com patologias associadas, vamos demorar 3 meses a vacinar”

O autarca teme que o processo de imunização da população se arraste por vários meses, e apela a uma alteração de ação por parte da tutela, mas também à disponibilização de mais vacinas.

“O Estado ou Ministério da Saúde devem arranjar mais vacinas. De contrário, não sairemos da cepa torta”, refere o autarca, que durante esta semana espera que sejam vacinadas mais dezenas de pessoas, embora previsivelmente ao ritmo da passada semana, apesar da “Câmara ter solicitado o triplo das vacinas para o concelho”.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar