19-11-2018 Sociedade, Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

BREVES: País

Redação, 19 nov (Lusa) - Notícias breves do país:

 

LISBOA: Ave no “limiar da extinção” nasce no Jardim Zoológico

 

O Jardim Zoológico de Lisboa viu nascer mais uma cria, “uma ave de canto quase extinta”, da espécie Mainá-do-bali, que permitirá dar continuidade à reprodução de espécies em perigo, foi hoje anunciado.

“Este nascimento tem um valor incalculável para o Jardim Zoológico, uma vez que foi a primeira reprodução de sucesso desta espécie de ave desde o início dos anos 80, altura em que a acolhemos”, salientou a curadora de aves do Jardim Zoológico, Telma Araújo, citada na nota divulgada.

A Mainá-do-bali, além de ser uma espécie natural em vias de extinção - “estima-se que não sobrevivam mais de 50 destas aves” -, é uma das protagonistas da campanha de consciencialização “Quebra o Silêncio – pelas aves de canto”, desenvolvida em parceria com a Associação Europeia de Zoos e Aquários (EAZA).

O tráfico de animais selvagens é o quarto negócio ilegal com mais lucro a nível mundial (223 milhões de euros anuais), sendo as aves o principal alvo de comercialização, segundo dados da Organização das Nações Unidas e da Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL).

 

OESTE: Estação náutica distinguida no Fórum do Mar

 

A Estação Náutica do Oeste recebeu a certificação de Estação Náutica de Portugal, durante a 8.ª edição do Business2Sea – Fórum do Mar 2018, que decorreu na sexta-feira, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (Oestecim)divulgou hoje a atribuição do galardão, em comunicado.

A Estação Náutica do Oeste, sediada nas Caldas da Rainha, integra os concelhos de Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras), num território com mais de 90 quilómetros de costa.

As estações náuticas são, segundo a OesteCim, “organizadas com base na valorização dos recursos náuticos presentes em cada território, os quais incluem a oferta de alojamento, restauração, atividades náuticas e outras atividades e serviços relevantes para a atração de visitantes”. A agenda da Estação Náutica do Oeste contempla eventos e atividades que vão do surf à vela, bodyboard, stand up paddle e mergulho, entre outros.

 

LISBOA: Parque Urbano do Vale da Montanha tem 75 novas árvores plantadas

 

A Câmara Municipal de Lisboa organizou mais uma edição do programa “Plante a sua árvore em Lisboa”, no Parque Urbano do Vale da Montanha, onde várias famílias plantaram 75 novas árvores, anunciou hoje a autarquia.

Esta edição contou com cerca de 120 pessoas, tendo algumas delas plantado mais do que um exemplar, entre “carvalhos, alfarrobeiras, amendoeiras, pinheiros, e centenas de arbustos”.

O vereador do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia da Câmara Municipal de Lisboa, José Sá Fernandes, esteve presente e “acompanhou de perto esta ação de voluntariado”.

A segunda edição deste programa prolonga-se até março com mais quatro sessões e inscrições gratuitas, mas limitadas.

 

GRANDE LISBOA: A9/CREL condicionada entre hoje e quinta-feira devido a trabalhos

 

A autoestrada A9/CREL, na Grande Lisboa, estará condicionada entre hoje e quinta-feira, devido a “trabalhos de substituição, reforço e reparação de semipórticos”, indicou hoje a concessionária Brisa, em comunicado.

Entre as 21:00 de hoje e as 06:00 de terça-feira, haverá o corte da via direita, entre os quilómetros um e três, e o corte da via central, entre os quilómetros seis e nove, ambos no sentido Estádio Nacional/Alverca.

Já entre as 21:00 de terça-feira e as 06:00 de quarta-feira, haverá o corte da vida direita, entre os quilómetros oito e dez, e o corte alternado das vias direita e esquerda, entre os quilómetros três e cinco, no sentido Estádio Nacional/Alverca.

Por fim, entre as 21:00 da quarta-feira e as 06:00 de quinta-feira, haverá o corte da via direita, entre os quilómetros 13 e 15, e os quilómetros 30 e 33, além do fecho de ramo, ao quilómetro 35, tudo no sentido Estádio Nacional/Alverca.

 

LISBOA: Mais estradas com corredor BUS na cidade

 

A cidade de Lisboa passou a contar com mais sete locais com corredores BUS, que reforçam a rede de mais de seis quilómetros já existente, anunciou a Câmara Municipal na sua página de internet.

De acordo com a informação do município, os corredores para os transportes públicos foram implementados na Avenida Infante Dom Henrique (novo troço para além do existente), Rua de Campolide, Rua de Belém, Avenida do Brasil, Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, Alameda das Linhas de Torres e Rua da Junqueira.

Foram também remarcados “6,6 quilómetros de corredores já existentes”, entre os quais na Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida Duque de Loulé, Avenida Lusíada, Rua de Alcântara, Rua Padre Adriano Botelho, Avenida Infante Dom Henrique, Praça Marechal Humberto Delgado, Estrada da Luz, Via Recíproca e Avenida de Berlim.

A Câmara de Lisboa refere que esta é mais uma medida com o objetivo de “melhorar a mobilidade, a par da intervenção que tem vindo a ser levada a cabo na Carris” para um “serviço público mais acessível, confortável, viável, sustentado e ajustado às necessidades dos utentes”.

 

SINTRA: Mulher detida por burla com falsos arrendamentos em Queluz

 

Uma mulher ficou em prisão preventiva por suspeita da prática dos crimes de burla qualificada, de falsificação de documento e de falsidade informática, no arrendamento de imóveis em Queluz, concelho de Sintra, informou a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo informou hoje uma nota da PGDL, foi detida e apresentada a primeiro interrogatório judicial, na terça-feira, uma mulher “fortemente indiciada pela prática de crimes de burla qualificada, de falsificação de documento e de falsidade informática”.

“Resulta da prova recolhida que, desde pelo menos dezembro de 2015, a arguida publicou anúncios online, em diversos ‘sites’, nos quais publicitou” e, posteriormente, “negociou o arrendamento de imóveis” e quartos na área de Queluz, com o intuito de obter quantias a título de caução, depósito de reserva ou adiantamento de rendas, afirmou o Ministério Público.

A arguida, que contactou pessoalmente os interessados, ou por visitas aos locais, “visava a obtenção de quantias monetárias indevidas em prejuízo dos ofendidos que se viam assim desapossados” de valores que entregavam “sem obterem o correspondente benefício”, explicou a nota, acrescentando que à arguida foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

 

 

FYM/MZCB/DYA/LYFS // MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar